31 de janeiro de 2011

Eu continuo a te esperar - Jéssica Fernanda


      Quando eu te encontrei foi como ter um sonho há tempos vivido se tornando realidade. Não havia barreiras que podiam nos impedir; foi tão estranho olhar em teus olhos pela primeira vez e ver meu destino refletido neles. Era como se tudo enfim ganhasse razão e entre nós fosse criado um amor que nunca teria fim.
      Foi quando os nossos caminhos se distanciaram, me acordando do belo sonho. Eu pensei que ele não estava sendo vivido, apenas sonhado. Porém encontrei algo que me fazia lembrar que entre nós existiu um sentimento muito forte, e que apesar da nossa distância ele ainda teria vida. Foi uma carta que você me escreveu, declarando o teu amor eterno.
      Eu a li e lembrei de tuas juras, dos teus olhares e do colo que você me deu quando eu chorei. Lembrei que tudo o que você dizia era real, porque meu coração batia mais forte quando todas as lembranças foram se encaixando.
      Ainda acredito que em seus braços é o meu lugar pois este lugar é insubstituível. O vazio que você deixou em minha alma não foi fechado. Talvez seja uma total perda de tempo mas eu ainda espero o seu telefonema. Eu fico trancada em meu quarto ouvindo nossa música, deitada em minha cama desejando que tudo isso não passe de um pesadelo. Quero gritar o seu nome e encontrar teu olhar, viver em teu sorriso, me jogar em teus braços enloquecidamente porque és tudo que eu quero. Só você e mais ninguém.
      As lembranças que me ocorrem na mente são impossíveis de esquecer. Porque eu sempre me lembro das tardes quentes de verão e das noites frias de inverno que compartilhamos.
Em qualquer lugar que eu vá, sempre é você que eu vejo em todas as pessoas, esperando que você dê aquela risada gostosa de sempre, me dizendo para parar de te procurar porque estás bem ali, sempre esteve e pra sempre estará.
      Isso é tão tolo, mas ainda ouço a tua voz, as batidas de teu coração e até o som de sua respiração ofegante e ansiosa. E eu fico me perguntando por que é que você se foi se tudo juntos era bem melhor? Todos os momentos e cada olhar foram os mais importantes e sinceros que podiam existir.
Ainda guardo uma rosa vermelha que você me deu quando passeamos pela primeira vez. Como eu poderia não guardá-la? Ou então esquecer do nosso primeiro encontro! Eu o revivo todos os dias em minha memória e desejo ardentemente acordar e ver que tudo não passou de um triste medo da minha cabeça.
Era apenas no calor de tuas mãos que eu encontrava algum conforto, encontrava a salvação para os sentimentos de angústia. Apenas nos braços de um anjo que eu podia me sentir completa.
A felicidade era tão pura, agora eu me pergunto onde tudo isso foi parar? Como pôde desaparecer sem deixar nenhum vestígio? Esta dor parece não ter mais fim porque eu preciso de você aqui comigo, segurando minha mão e dando força para não desistir.
      Se eu pudesse estar contigo agora, tenho certeza de que estaríamos rindo, porque você costumava me fazer rir mesmo estando o mais deprimida possível.
Porém agora eu percebo que a maior depressão que eu posso viver é a de ficar sem você a alegrar minha vida. Que antes eu tinha tudo e sempre dei valor ao teu amor. Então por que você insiste nessa estúpida distância que não para de me fazer sofrer?
      Éramos tão apaixonados e agora o que mudou em você? Será que tudo não passou de uma simples ilusão da minha cabeça, onde eu acreditava fielmente que éras meu? Não, não posso crer nessa mentira infâme porque quando se vive tudo o que vivemos e se é tudo o que fomos um na vida do outro é impossível que não tenha sido amor. Porque sim, eu te amo com ardor e te quero mais do que tudo em minha vida. E eu acredito que um dia você voltará e me fará feliz novamente. Acredito que recomeçaremos de onde paramos. Me lembro das palavras escritas em sua carta e a certeza de sua volta declarada:
"Meu amor por você é eterno e mesmo longe eu estarei por perto. Mesmo que não estejámos juntos no momento, eu a protegerei. E sempre que a dor parecer nunca se calar, tenha forças e pense em mim. Pense que o nosso amor supera tudo, até a dor e a distância.
Um beijo, pra sempre seu."
Autora: Jéssica Fernanda (www.twitter.com/jeh_strings)
Texto recebido via e-mail. Envie o seu texto para MPBTrechos@gmail.com.

2 comentários:

Jéssica Teles disse...

que orgulho da minha amiga, own *-* como sempre, texto lindo! :D

Jéssica disse...

Aaah, meu texto *-*
Que orgulho de mim!

Postar um comentário